Quais tipos de fundação existem?

Quais tipos de fundação existem?A fundação de uma edificação transmite as cargas da estrutura para as camadas resistentes do solo. É a partir do bom dimensionamento e de uma execução eficiente que é possível dar estabilidade e segurança à obra. A sapata é um elemento de fundação superficial, feita de concreto armado e dimensionada de forma que as cargas dos pilares sejam transferidas ao terreno por meio das distribuições das suas bases.

Como ela é a base de qualquer construção e fica abaixo da superfície é relevante conhecer os principais tipos de sapata e, assim, conseguir definir a ideal para a sua obra.

Quais são os tipos de sapatas de fundação?

Sapata Isolada – Elemento estrutural dimensionado para comportar a carga de um único pilar. Projetos com sapatas isoladas são mais econômicos, já que há menor consumo de material.

Sapata Corrida – Opção estrutural para a fundação de elementos contínuos, como os muros. Como as cargas são lineares, a sapata corrida é fina em relação ao seu comprimento e, portanto, pouco rígida.

Sapata Associada – É aplicada na presença de cargas estruturais elevadas em relação à tensão admissível do solo. Por causa disso, esse tipo de sapata de fundação é dimensionado sempre que há impossibilidade geométrica de se utilizar uma sapata isolada por pilar.

Sapata de Divisa ou Alavancada – É dimensionada com uma viga de equilíbrio, pois a base da sapata não coincide com o centro de gravidade do pilar. É comum em divisas de terrenos ou em estruturas próximas a algum obstáculo.

Para que a sapata tenha as vantagens esperadas, é fundamental tomar alguns cuidados, como o correto nivelamento. Outra orientação importante para evitar umidade é aplicar uma camada de argamassa sobre a fundação, contendo impermeabilizante.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *