Entenda como funciona a dilatação na construção

 

A dilatação é a definição do aumento de volume de qualquer corpo, quando ocorre por conta da elevação de temperatura do mesmo. Tanto os tijolos como outras estruturas, quando expostos a altas temperaturas, podem sofrer dilatação, levando a rachaduras, quebras e outros danos para a construção. A variação de temperatura que ocorre entre o dia e a noite, muitas vezes de até 20 graus, pode provocar fissuras e rachaduras devido à dilatação das estruturas. Por isso a Paladium fica atenta para que o projeto leve em conta esse fator. Assim o proprietário estará tranquilo, sabendo que não precisará fazer reparos no seu imóvel.

 

As juntas de dilatação ou juntas de movimento são dispositivos criados para absorver a variação volumétrica dos materiais. Sem juntas de dilatação, essas estruturas podem não suportar o estresse resultante e criar rachaduras, comprometendo a segurança e estabilidade.

Todos os tipos de construções rígidas, longínquas e que utilizam materiais que dilatem com a temperatura devem possuir as juntas de dilatação. São essenciais para a preservação da construção e para evitar danos estruturais. É relevante a responsabilidade que a construtora tem de inserir as juntas, que devem constar no projeto arquitetônico.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *