Casa com acessibilidade

Casa Acessibilidade

Construir uma casa com acessibilidade não é uma tarefa simples, por isso é comum que familiares de pessoas com deficiências tenham dúvidas quanto aos procedimentos. Nem sempre as pessoas percebem logo alguma solução para as necessidades que elas têm na infraestrutura de uma casa. Portanto, ao projetar uma casa com acessibilidade, é importante contar com o suporte de arquitetos, engenheiros e profissionais especializados que possam desenvolver projetos e estruturas de edificações de acordo com modificações que promovam melhorias nos ambientes.

Como nem sempre é possível começar uma casa do zero, uma ótima alternativa é buscar adaptações na infraestrutura já existente. Temos dicas bem interessantes quanto a isso:

Faça rampas nos desníveis e degraus

As rampas são práticas para adaptar degraus e desníveis. Podem ser utilizadas facilmente na locomoção dos cadeirantes. Por isso, seu uso é recomendado em jardins, entradas e outros pontos, tanto internos como externos dos imóveis.

Engana-se quem pensa que é preciso investir muito para fazer rampas. Uma solução simples, prática e atrativa são as rampas em carpintaria, que podem ser incluídas em edificações já prontas.

Aumente a largura de portas e corredores

Um dos primeiros passos ao adaptar uma casa é aumentar a largura das portas e corredores. As cadeiras de rodas costumam ser robustas e nem sempre passam facilmente por portas e corredores com larguras comuns.

Com espaços mais largos, os cadeirantes terão mais liberdade para se movimentar pela casa com autonomia, sem ter que ficar o tempo todo contando com ajuda.

Deixe espaço entre os móveis

É preciso deixar um espaço amplo entre os móveis, para evitar problemas de circulação. Deve-se pensar, inclusive, em retirar móveis desnecessários, que possam oferecer perigo ou desconforto.

As gavetas e portas de armários devem ser baixas, para que os cadeirantes possam pegar facilmente os objetos que desejam.

Em alguns casos, também pode ser sugerida a quebra de paredes, para que cômodos menores se tornem apenas um, com mais amplitude e distribuição harmônica.

Adapte detalhes importantes no banheiro

O banheiro é uma das áreas que mais exige adaptações para pessoas com mobilidade reduzida. Por ser uma parte da casa em que se faz o uso de água, os riscos de as pessoas escorregarem e caírem é maior.

São indicadas barras de apoio para facilitar as movimentações durante o banho, além de espelhos inclinados, vaso sanitário e pia adaptados. Deixe um espaço adequado entre todos os itens.

Use a tecnologia para automatizar o que for possível

A automação residencial é muito mais que sinônimo de comodidade. A evolução dessa tecnologia traz aos usuários opções com muitos benefícios. Para idosos e deficientes físicos, a automação residencial e acessibilidade caminham lado a lado e impactam sua forma de viver, tornando-as aptos a realizar tarefas cotidianas antes impossíveis ou complicadas, com simples toques na tela de dispositivos móveis ou mecanismos que dispõem de sensores.

Para facilitar e tornar mais agradável a vida de deficientes físicos, a manipulação remota de cortinas e persianas é uma ferramenta que facilita muito. Um dos atrativos é a integração de funções em um único aplicativo, também com o controle das janelas, juntamente com a iluminação e outras tarefas.

Na cozinha, com mecanismos que movimentam armários para níveis de altura mais baixos, é possível ter todos os utensílios ao alcance. Com botões em controladores fixos na parede ou dispositivos portáteis, a movimentação dos objetos torna-se algo muito simples.

Além dessas dicas que já proporcionam inúmeras funcionalidades aos usuários, há muitas outras que podem se adequar a cada necessidade e tornar mais acessível a vida das pessoas. É uma forma sensível e inteligente de aliar tecnologia e projetos inovadores no cotidiano, especialmente quando se trata de necessidade, conforto, praticidade, segurança e, principalmente, felicidade.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *